Close

Partilhe o nosso conteúdo em:

Facebook
LinkedIn
Email

Departamentos para a Fabricação de Calçado.


Em médias e grandes empresas as estações de trabalho são divididos por departamentos, isto a fim de segmentar as trabalho de acordo com os insumos, materiais, ferramentas, máquinas e pessoal com seja contado para garantir que os fluxos de produção sejam feitos da forma mais correta, evitando tanto quanto possível falhas ou irregularidades.


Na Indústria do Calçado igualmente os trabalhos são divididos em departamento que se encarregarão de produzir sapatos desde o momento do design até obter o produto final. Estes departamentos são: 

·Departamento de diseño y patronaje.

Objectivos.


·Desenho do resultado final.
·Proposta de materiais, cores, texturas.
·Apresentação de padrões, segundo o modelo.

 

No mundo, podemos encontrar milhões de modelos de calçado diferentes, e esta é realmente a primeira fase de todo o processo. Tem-se uma ideia em mente mas esta deve materializar-se, para isso o desenhador a plasmar num desenho técnico do modelo de calçado final, esta ira acompanhada de outras especificações como materiais, cores, texturas, aplicações, etc.

 

Além disso, este desenho deve apresentar-se em forma de padrão, como se o sapato estivesse desarmado e aberto, para proceder à segunda fase.

Departamento de corte.

Objectivos.


· Desenho dos padrões na pele.
· Corte do material, por favor.

 

Como o seu nome indica nesta segunda fase, procede-se a todas as cortes das partes que compõem o calçado, o que pode realizar-se de maneira manual, com a ajuda de máquinas ou de forma mista como quase sempre se acostuma.

O corte deverá dispor do material no sentido correto, tomando cuidado com qualquer imperfeição na pele produto de lacerações, cortes, queimaduras, fungos e/ou manchas. Dentro deste nível podemos definir as seguintes etapas: 

 

· Filetagem: Faz-se a marcação dos cantos às margens do corte, é um trabalho manual no qual se necessita de bom pulso.

· Troquel: O logotipo e a informação do lote de produção são marcados no material.

· Dividido: com muita precisão é dada a espessura necessária para cada corte, este deve ser preciso de acordo com as condições requeridas.

· Rebaixado: Diminui a espessura da pele, sobretudo nas ourelas da mesma.

· Riscado: Com tinta de prata ou lápis de cores procede-se a realizar as linhas guias que servirão para realizar um montado e armado nos lugares precisos.

· Revisão: Por último, todas as peças são contabilizadas ao mesmo tempo que se verifica que todas têm a qualidade necessária e poder passar à fase seguinte. 

 

"A seção por departamentos fará seu processo de trabalho mais bem sucedido"

Jorge Martínez.

CONHEÇA O DIRETÓRIO DE CALÇADO MAIS 

COMPLETO DA INDÚSTRIA.

Comercializadoras/ Atacadistas   |   Fabricantes de calçado   |   Fabricantes de artigos de couro   |   Zapateria/ Detallista

·Departamento de pesponto.

Objectivos.
· Unir todas as partes do calçado.
· Dar a forma final ao produto.

 

 

Neste ciclo se unem as partes do calçado, as tarefas deste departamento variam segundo o tipo de construção do calçado, o qual é escolhido por cada fabricante. Estes podem ser:
· Colado.
· LookStitcher.
· Injectado
· Vulcanizado.
· Strobel.
· Mocasin.
· Califórnia.
· Opanka.
· Jareta.
· Goodyear Welt.
· Stitcher.

 

Isto inclui também a colocação da sola, mesma que de igual maneira pôde ser confeccionada sob multiplos sistemas como cozido, colado, injetado. 

Departamento de decoração e rendas.

Objectivos.

 

· Dar o acabamento final do produto.
· Eliminar qualquer imperfeição que possa resultar.

 

Para dar fim a todo o processo de elaboração de calçado, nesta fase é atribuído o acabamento final ao produto, são talvez as tarefas mais fáceis de aprender e executar em toda a cadeia e são realizadas em sua maioria por mulheres. Estas são as seguintes:

· Rebarba: de forma manual se removem todos os restos que possam ter resultado nas solas.
· Emplantillar: colocam-se as palmilhas no interior de cada sapato.
· Lavagem: para eliminar qualquer mancha ou linha de corte que tenha sido traçada no processo.
· Adorno: bordados, aplicações ou qualquer disposição especial que tenha sido requerida, serão executados nesta fase.
· Reserva: é usado para cobrir qualquer superfície defeituosa.
· Rotulagem: Cumprindo com as disposições legais por meio de rótulos coloca-se toda a informação necessária.

Departamento de controle de qualidade.

Objectivos.
·Inspecionar se o produto final cumpre todos os requisitos de forma otimizada.
·Enviar para reparação ou descarte aqueles produtos que o mereçam.

Não menos importante, este departamento se encarrega de dar o visto bom a toda a linha de produção, descartar aquilo que não possa sair ou em caso de caso mandar a repará-lo. Uma vez ultrapassada esta fase, procede-se a empacotar.

Departamento de Embalagem Industrial.

Objectivos.

Empacotar todos os produtos finais.

 

A forma de empacotar varia de acordo com os requisitos pessoais, em grandes lotes ou em caixas individuais, o importante será sempre fazê-lo de maneira que se conservem as propriedades de cada produto. 

 

·Departamento de carregamento.

Objectivos.
Fazer chegar ao destino toda a carga.

Com toda a produção pronta, e empacotada, este departamento se encarrega do envio e entrega a cada ponto de destino.
Estes são todos os departamentos que compõem uma fábrica de calçado, em alguns casos podem ser adicionados alguns mais ou pelo contrário unir um ou mais deste, tudo dependerá do sistema manejado por cada indústria à vez do pessoal com o que contem.

Cetro de privacidad

Este sitio web utiliza cookies para que tengas la mejor experiencia posible. Al continuar navegando estas dando tu consentimiento para su uso y adicionalmente estas aceptando nuestra Política de privacidad. y nuestros Términos y Condiciones.